Blog

Blog sobre mercado imobiliário, dicas de decoração, informações sobre financiamento de imóveis e muito mais. Confira!

Apartamento com Piscina, vale a pena?

Em 18/10/2021 - Para morar
Apartamento com Piscina, vale a pena?

Ter apartamento com piscina é um luxo ou uma dor de cabeça? Há quem diga que quem mora em condomínio com piscina quase nunca usa. Então, será que vale a pena?

Antes da gente falar sobre como é ter uma piscina à disposição, quero te apresentar um empreendimento fantástico da construtora Fontanive, que conta com piscina no condomínio. 

O Residencial Ilhas do Caribe é o que você precisa para encontrar seu apartamento em Navegantes – SC. 

O empreendimento está localizado nas proximidades do aeroporto e fica a apenas 8 minutos do centro da cidade.

Apartamento com Piscina no condomínio

Ter uma piscina à disposição é muito bom. Poder se refrescar no verão, fazer exercícios regularmente e poder se divertir com os amigos.

Por isso, no post de hoje vamos começar falando sobre as vantagens de ter um apartamento com piscina no condomínio

Quem nunca sonhou em ter uma piscina no quintal de casa, né? Acordar de manhã e dar um mergulho, como nas cenas de novela. 

Por isso, separamos algumas vantagens de ter um apartamento com piscina no condomínio. 

Qualidade de vida

Com o período de isolamento social que vivenciamos nos dois últimos anos, o nosso lar passou a ser visto com outros olhos.

Passamos a dar mais valor para as coisas que temos próximo de nós. Criamos novos hábitos para minimizar a falta de interação. 

Por isso, ter academia, espaço gourmet e piscina no condomínio já não é mais considerado um luxo, mas uma preocupação com mais qualidade de vida. 

Em dias de calor, por exemplo, um apartamento com piscina no condomínio nos permite aproveitar as altas temperaturas e se refrescar na água.

Outra vantagem é praticar um esporte sem nem sair do condomínio. Ou seja, uma opção a mais de lazer na sua rotina!

Mais momentos de interação

Ter uma piscina à disposição também significa ter a oportunidade de ampliar sua convivência social. É claro, seguindo todas as regras do condomínio.

Mas, você pode aproveitar os dias ensolarados com sua família, seus amigos, realizar pequenas festas e ainda fazer novas amizades com os moradores do prédio. 

No entanto, é importante prestar atenção em todas as normas de segurança e manutenção exigidas pela administração do condomínio. 

Assim, você pode se divertir sem criar inimizades com os outros moradores e nem incorrer em multas. 

Comodidade

Normalmente, ter uma piscina requer a associação em um clube ou a matrícula em alguma academia de natação.

Um apartamento com piscina no condomínio te dá total comodidade. Ou seja, a piscina está ali à sua disposição para o horário que você quiser usufruir.

Você não precisa pegar trânsito, não tem que pagar mais uma mensalidade, não precisa nem se preocupar com levar malas com roupas pra lá e pra cá. 

Enfim, ter um apartamento com piscina vai te gerar inúmeros benefícios, desde o lazer até a saúde.

Custo-benefício do apartamento com piscina

Muito bem, agora que já sabemos das vantagens que existem em se ter um apartamento com piscina, tá na hora acabar com alguns mitos a respeito do apartamento com piscina. 

Custo alto de água

O primeiro deles é achar que a piscina demanda um custo alto de água. Não é bem verdade, porque uma vez cheia a piscina não precisa ser esvaziada. 

Os especialistas recomendam que as piscinas sejam esvaziadas de ano em ano. E, dependendo do material, nem é necessário o esvaziamento.

Hoje em dia existem inúmeros tratamentos para água. E, ao se fazer uma manutenção diária, a piscina pode ter uma vida útil bem maior do que imaginamos. E, dessa forma, dispensa o custo com troca de água. 

Quem tem piscina nunca usa?

Outro mito é que quem tem piscina em casa quase nunca usa. Provavelmente você já ouviu essa afirmação, não é verdade? 

Afinal, a utilização da piscina não está só ligada ao hábito de prática de exercícios. Ela também faz parte da decoração do ambiente. E, inclusive, está ligada à própria valorização do imóvel.

Então, dizer que a piscina não é usada nem sempre é uma assertiva, pois, uma piscina pode trazer outros benefícios para além da fuga do calor nos dias de verão. 

Em contrapartida, se a piscina estiver em um condomínio fechado vai ficar muito difícil afirmar categoricamente que as pessoas não a utilizam. Isso tem mais a ver com os gostos particulares de cada pessoa. 

Enfim, o que queremos dizer é que deixar de ter um apartamento com piscina, apenas, porque alguém disse que quem tem piscina em casa nunca usa, é um erro. 

Perigo para crianças ou animais?

Há também quem diga que a piscina pode ser um perigo para crianças e animais de estimação. 

Porém, há inúmeras outras situações que podem ser perigosas para os pequenos e os animais. 

Essa questão depende muito da disposição dessa piscina, do acesso para ela e de como os pais projetam suas casas para o bem-estar dos seus filhos. A segurança não parece ser um motivo contundente para não se ter uma piscina em casa. 

Inclusive, existem equipamentos para proteger as crianças do risco que uma piscina pode causar. Dentre eles: 

  • Ralos anti aprisionamento
  • Sinalização e piso antiderrapante
  • Alarme contra afogamento
  • Cerca de proteção
  • Capa ou lona de isolamento.

Tipos de Piscina

De acordo com o blog Bel Piscinas, há três tipos de piscinas: vinil, concreto e fibra de vidro.

As piscinas de concreto e fibra de vidro são as mais resistentes. 

A grande vantagem da piscina de concreto é que ela não precisa ser limitada em tamanho e forma, porém, tem um custo maior. Também possibilita decoração com azulejos e afins.

As piscinas de fibra não permitem muita personalização porque, normalmente, são vendidas em tamanhos padronizados. Assim como, não dá possibilidade de decorações diferentes.

Contudo, as piscinas de fibra de vidro são mais baratas, a instalação é rápida e tem mais resistência ao cloro ou outros produtos usados no tratamento da água, em comparação com as piscinas de concreto.  

As piscinas de vinil são mais versáteis.

Elas oferecem a possibilidade de serem montadas no local, independentemente da forma e tamanho. 

No entanto, elas exigem uma base de concreto. Por outro lado, elas dispensam o uso de azulejos e afins.

As piscinas de vinil favorecem a limpeza e a manutenção, porém, sua vida útil é de oito a dez anos. Ao que se faz necessário a troca da estrutura de vinil. 

Portanto, além do tamanho e da forma, é o tipo de material que vai determinar quais serão os custos para construir, montar e fazer manutenção da piscina.

Fique por dentro

Quer saber tudo sobre construção civil, decoração e afins? Então você precisa seguir o blog da Fontanive, a construtora que caminha com você!

Deixe seu comentário

Posts relacionados

Residencial Ilhas do Caribe no coração de Navegantes/SC

Residencial Ilhas do Caribe no coração de Navegantes/SC

29/11/2021 Leia agora Seta
Conheça as vantagens de morar em apartamento

Conheça as vantagens de morar em apartamento

15/11/2021 Leia agora Seta