Blog

Blog sobre mercado imobiliário, dicas de decoração, informações sobre financiamento de imóveis e muito mais. Confira!

Passo a passo: financiamento imobiliário

Passo a passo: financiamento imobiliário

Quem alguma vez sonhou em comprar a casa própria, já ficou imaginando como fazer para planejar a compra e guardar dinheiro para arcar com as parcelas de um financiamento. Se você já está decidido e quer comprar o primeiro apartamento de uma vez por todas, você vai aproveitar esse post que preparamos para você. Adiante você vai conferir o passo a passo financiamento imobiliário, como fazer e o que esperar de cada etapa.

Assim você consegue ficar seguro e pode se preparar para que a compra da sua casa seja um momento de realização, sem incômodos e sem estresse no pós-compra. Quer saber mais sobre o assunto? Confira!

Passo 1: confira os critérios

O primeiro passo para que você consiga um financiamento é atender a todos os critérios exigidos pelas instituições bancárias. Veja abaixo quais são eles e se você está dentro dos requisitos.

O contratante deverá:

  • ser brasileiro nato ou naturalizado ou, se estrangeiro, detentor de visto permanente no país;
  • ser maior de dezoito anos ou emancipado;
  • ter capacidade civil, ou seja, não ser menor de 16 anos;
  • não apresentar enfermidade ou deficiência mental que impeça o discernimento ou que não esteja com capacidade para exprimir a própria vontade, mesmo transitoriamente;
  • ter nome limpo no mercado;
  • não ter mais do que 80 anos e 6 meses na soma da sua idade ao prazo de amortização;
  • não ser proprietário e não estar em processo de compra de outro imóvel residencial na mesma cidade em que reside, caso queira utilizar recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS);
  • ter capacidade de pagamento.

Uma vez com tudo acima regularizado e atestado, você pode partir para o segundo passo.

Passo 2: faça uma simulação de financiamento online

Agora é hora de você realizar uma simulação de financiamento online. Disponível nas páginas das principais instituições financeiras e construtoras, a ferramenta possibilita que você preveja como o parcelamento ficará ao longo dos anos.

Para isso, é necessário que você preencha dados como valor do imóvel, tempo de financiamento e renda bruta mensal.

Uma dica importante é ver como funciona o financiamento diretamente com a construtora. Elas costumam oferecer vantagens de preço baixo e de pagamento facilitado.

O sistema faz o cálculo completo e mostra tudo o que você precisa para se planejar: valor máximo financiado, valor necessário para entrada e valor das parcelas. Também é possível conferir o CET (Custo Efetivo Total do imóvel) e as taxas e seguros obrigatórios incididos sobre o valor.

A simulação online de financiamento é o modo mais rápido para que você consiga comparar e decidir pela melhor opção, já que você visualiza, de fato, quanto cada instituição cobra em suas taxas.

É importante não negligenciar essa etapa, já que você consegue entender se terá ou não condições de arcar com os pagamentos, evitando problemas de inadimplência e até de despejo no futuro.

Quando tudo estiver de acordo com a sua realidade, é hora de partir para o próximo passo.

Passo 3: entregue a documentação necessária

Agora é hora de você entregar toda a papelada exigida para o financiamento do seu imóvel. Algumas instituições podem pedir um documento diferente, mas em geral a lista segue conforme abaixo:

  • proposta de financiamento preenchida e assinada por você;
  • declaração pessoal de saúde;
  • cópia do RG e CPF;
  • cópia do RG e CPF do cônjuge, quando houver;
  • certidão de casamento, quando houver; .
  • comprovante de renda.

Se você for utilizar o saldo do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) na composição do valor da entrada, também precisará apresentar:

  • autorização para saque de FGTS com firma reconhecida;
  • extrato atualizado do FGTS;
  • comprovante de residência;
  • cópia da CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social);
  • carta do empregador;
  • declaração do IR (Imposto de Renda).

Passo 4: aguarde a resposta do banco

Agora você precisa segurar a ansiedade e aguardar a resposta do banco. Enquanto isso, se estiver confiante, você pode começar a procurar o imóvel dentro do valor que você achou possível na simulação de financiamento online.

Faça uma pesquisa online nos classificados de imóveis ou nos portais das construtoras e veja as opções disponíveis dentro da faixa de preço possível.

Separe aqueles que atendem às suas necessidades, que estejam nos bairros do seu agrado e faça uma visita produtiva a cada um deles.

Não se esqueça de verificar se o imóvel está em situação regular e se não há pendências judiciais sobre ele. Lembre-se de que, como a propriedade é a própria garantia do financiamento, ele deve estar livre e registrado no Cartório do Registro de Imóveis.

Durante esse tempo, você já deve ter recebido a resposta do banco. Se a resposta for positiva, pode comemorar muito! Em casos negativos, converse com o gerente, veja o que você pode fazer para melhorar seu cadastro e tente novamente em 60 dias. Não precisa desanimar.

Passo 5: espere a avaliação do imóvel

Agora é hora de o banco fazer a avaliação do imóvel. Em geral, uma empresa terceirizada realiza o serviço e analisa o valor da construção e seu estado de conservação.

Também é nessa etapa em que é feita pesquisa a respeito da situação do imóvel, se existem restrições e se ele está apto para sua compra. É uma forma de o banco deixar o comprador mais seguro e saber se o valor financiado condiz com a realidade do imóvel.

Se tudo estiver certo, é porque falta muito pouco para você pegar as chaves da sua casa própria ou do seu primeiro apartamento.

Passo 6: assine o contrato e comemore

Com a resposta da instituição financeira, é hora de assinar o contrato. Nessa hora, você deverá pagar a tarifa de avaliação e também a primeira parcela dos seguros obrigatórios.

Você também precisará recolher o ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis) na prefeitura da sua cidade e registrar o contrato no Cartório de Registro de Imóveis. Uma via deverá ficar ao banco, não se esqueça.

Nessa hora, o vendedor recebe o valor do financiamento em sua conta corrente e você está livre para planejar sua mudança sem dores de cabeça.

O momento da compra da casa própria é inesquecível, por isso, é muito importante saber como as etapas funcionam para garantir que essas lembranças sejam boas.

Agora que você já conhece o passo a passo financiamento imobiliário, como fazer e quais as etapas desse processo, aproveite e entre em contato com a gente para ver as opções imperdíveis que temos de apartamentos prontos para morar.

Deixe seu comentário

Posts relacionados

INCC: entenda como é calculado

INCC: entenda como é calculado

25/04/2022 Leia agora Seta
4 motivos para morar no centro de Curitiba

4 motivos para morar no centro de Curitiba

11/04/2022 Leia agora Seta